Geral

Como funciona a segmentação em campanhas de Google Ads e Facebook Ads?

A campanha Google Ads ou Facebook Ads é famosa por gerar resultados expressivos em menor prazo. No entanto, para atingi-los é essencial adotar a segmentação, que é um dos principais recursos das plataformas de anúncios.

Não sabe como funciona a segmentação e qual sua real importância? Então, confira este post completo que preparamos sobre o assunto e entenda o porquê é fundamental utilizar esse recurso.

 

Importância e vantagens da segmentação de campanhas

A segmentação possibilita que os anúncios de sua empresa cheguem ao seu público-alvo no momento correto, o que aumenta a chance de atingir seus objetivos, sejam eles de captação de leads, vendas, entre outros.

De maneira resumida, ao segmentar uma campanha de links patrocinados no Google ou Facebook garante-se maior assertividade da ação, com alta taxa de retorno, já que se mantém o foco exatamente no público que se deseja atingir.

Daí a importância da segmentação: com ela, a chance de sua campanha de anúncios ser bem-sucedida é maior, de modo a evitar o desperdício de dinheiro e de tempo de sua equipe.

 

Como funciona a segmentação de campanhas de Ads?

Plataformas de anúncios, como o Google Ads e Facebook Ads, possibilitam a segmentação em diversos níveis, refinando cada vez mais as campanhas para aumentar o retorno sobre o investimento. De modo geral, é possível segmentar por:

  • Informações demográficas: seu produto ou serviço atinge usuários de locais, idades, gêneros e idiomas específicos;
  • Público-alvo: possibilita a exibição de anúncios para pessoas interessadas em seu produto ou serviço em diferentes canais;
  • Tópicos e canais: permite eleger um tópico ou canal específico e o anúncio será veiculado na opção escolhida;
  • Palavra-chave: anúncios são exibidos para aqueles que fazem buscas no Google ou Facebook usando a keyword escolhida na campanha. É importante utilizar palavras-chaves associadas a seus produtos e serviços, para direcionar os anúncios e acessos;
  • Dispositivos: possibilita escolher se os anúncios serão exibidos em computadores, smartphones e tablets, por exemplo;
  • Remarketing: alternativa voltada a usuários que já interagiram com seu site, aplicativo ou anúncios, estimulando o retorno e conclusão da compra;
  • Mercado: permite a exibição de anúncios para usuários que pesquisam por serviços e produtos semelhantes aos da sua empresa.

 

Essas são as principais opções de segmentação de campanhas de links patrocinados, mas há outras que podem ser implementadas para gerar os resultados esperados pela empresa.

Mas, como saber qual segmentação utilizar na implementação e administração de links patrocinados de sua empresa? Deve-se analisar os objetivos que se quer atingir e selecionar as segmentações que melhor suprem essa necessidade.

É preciso, por exemplo, entender seu público-alvo, a etapa do funil de vendas que ele está, entre outras características importantes que ajudarão a alcançar os resultados previamente estabelecidos.

Se estiver em dúvida de como proceder, uma solução eficaz é contratar uma empresa links de patrocinados para elaborar e executar campanhas mais assertivas, com segmentação correta.

Ao investir em uma agência sempre verifique se é certificada pelo Google, o que significa que possui uma equipe capacitada para realizar campanhas, com conhecimento especializado, o que aumenta a chance de sucesso de suas ações.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *