Qual é o impacto do Bolsa Família na Educação?

Muitos pesquisadores têm mostrado que o programa Bolsa Família do Brasil teve um longo impactos a redução de pobreza e desigualdade de renda. Mas existe pouca evidência do impacto do programa os resultados educacionais. Você Aumenta Bolsa Família a taxa de escolarização? Você reduz a taxa de abandono escolar?

Você melhora a promoção escolar?As principais barreiras à escolarização de crianças são os custos diretos (taxas escolares, livros, uniformes,etc.) e o custo de oportunidade do tempo na escola. Este último refere-se à alternativa de trabalho remunerado ou não remunerado, que poderiam ter sido realizados. Vários países foram eliminadas as cotas escolares ou forneceram refeições e uniformes gratuitos. Os programas de transferências monetárias condicionadas (PTC), tais como Bolsa Família, eles foram criados para incentivar as famílias a enviar seus filhos para a escola. Segundo o bolsafamilia2019.com a ideia do programa pode ser dividida em dois objetivos principais. São eles:

1 – Alívio da pobreza atual

O primeiro objetivo é alcançando famílias pobres recebem os benefícios do programa. O segundo é feito ao se condicionar esses pagos a certos comportamentos, principalmente a escolaridade das crianças na escola.Bolsa Família, o qual foi introduzido na década de 1990 e se espalhou rapidamente em 2001 e 2002, proporciona pagos mensais em dinheiro para famílias pobres se seus filhos (entre os 6 e os 15 anos de idade) estão matriculados na escola. Para 2007, mais de 11 milhões de famílias (cerca de 46 milhões de pessoas, uma parte da população do Brasil) receberam subsídios. O orçamento do governo para o programa foi demais de 7,5 bilhões de reais (cerca de US$4 bilhões) em 2006, equivalente ao 0.35 por cento do PIB.

Glewwe e Kassouf (2008) avaliaram o impacto do Bolsa Família sobre o progresso das crianças na escola.Tomaram-Se dados de oito anos (1998-2005) do censo escolar para agrupar escolas públicas com graus 1-4 e 5-8.

2 – Maiores investimentos no capital humano de crianças pobres, para aumentar o seu bem-estar quando são adultos.

O método de estimativa utilizado comparou mudanças nas taxas de escolarização, abandono escolar e promoção escolar em todas as escolas que adotaram o programa em vários momentos.

Glewwe e Kassouf (2008) concluíram que, depois de calcular os efeitos cumulativos, Bolsa Família ha aumentado a taxa de escolarização de 5.5 pontos percentuais entre os graus 1 a 4 e de 6.5 pontos percentuais entre os graus 5-8. Também encontraram que o programa reduziu o abandono escolar de cerca de 0.5 pontos percentuais entre as crianças nos graus 1 a 4 e de aproximadamente 0.4 pontos percentuais entre crianças em graus 5-8. O programa aumentou a taxa de promoção escolar de aproximadamente 0.9 pontos percentuais em crianças em graus 1-4 e de 0.3 pontos percentuais em graus 5-8

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *